26

set
Para todos os amigos que deixei

0c7bb72bcfb3f3580d751c3d3d71c6ce

Primeiramente gostaria de dizer que lembro de cada detalhe daqueles tempos. Me mudei 7 vezes, eu sei, mas ao invés de fazer esquecer cada despedida aguçou minha memória. Lembro de todas as corridas, das competições para ver quem terminava de colorir os desenhos primeiro e das cartas que escrevíamos mesmo quando não sabíamos escrever. Me lembro dos dias na piscina naquela casa fora da cidade, do parquinho da escola e do pátio que era em frente ao meu prédio.

Lembro da emoção de escalar aquela grade para chegar até o campo de futebol do colégio, das meditações sobre natureza que tanto gostávamos e dos bilhetes trocados durante a aula. Tenho fotos de todos os PGs, de todas as viagens e quase todas as selfies malucas do Snapchat. Foram anos dourados, queridos, mesmo que nem todos vocês estivessem lá ao mesmo tempo.

Em segundo lugar gostaria de pedir, por favor, acreditem quando digo que sinto saudades mesmo que nunca tenha voltado para visitar. Nunca voltei para me proteger e para salvar essa amizade, entendem? Porque enquanto não volto, minhas memórias me alimentam e me fazem acreditar que ainda somos melhores amigos de infância, de adolescência e faculdade. Enquanto não volto, posso combinar mil encontros, viagens e imaginar todas as conversas possíveis. Posso bisbilhotar nas redes sociais e rir de como somos próximos apesar de tudo. Mas quando eu volto….

Percebo que mudamos, que crescemos, que nos afastamos e que nossa amizade sobrevive de passado. Não compartilhamos mais o mesmo momento, os mesmos sonhos, e isso é triste, frustrante para dizer melhor. Nossas vidas seguiram rumos diferentes, e tudo o que posso fazer é ficar feliz pelas escolhas que fizemos.

O tempo passa. Nem sei dizer desde quando todos nós somos adultos, mas aqui estamos. Aqui estamos, queridos, e tenho medo de pensar o que vai ser de mim quando começarmos a ser velhos demais para viver.

Antes de me despedir mais uma vez, gostaria de dizer uma última coisa: Mesmo que eu não volte, mesmo que nosso grupo no Whatssapp fique em silêncio, que as declarações de parabéns no Facebook diminuam de tamanho ou que seus filhos fiquem grandes demais para me chamar de tia…. Saibam que podem contar comigo SEMPRE. Vocês são parte de quem eu sou, e esse é um tesouro que vou carregar para a vida toda.

Um abraço de sua amiga maluca, que gagueja, que faz piadas o tempo todo, que tem um canal no Youtube, e o que mais eu tenha sido para vocês. A gente se vê por aí.


Postado por Camila Veloso




Nenhum comentário