19

out
PlayList : Recomeço

b0b9f5ce3324af26cf989159f9d26437

Hoje é domingo, pé de cachimbo, o cachimbo é de ouro, bate no touro, o touro é valente, bate na gente, a gente é fraco, cai no buraco, o buraco é fundo, acabou-se o mundo! Depois que comecei senti que deveria ir até o final com a musiquinha, faz tempo que não a canto e faz tempo que não ouço crianças cantando essa e outras cantigas que fizeram parte da minha infância, enfim…

Hoje é dia de música, dia de recomeçar, e poderia muito bem ser dia de chuva! Separei meus virais para vocês, alguém mais compartilha do mesmo vício?


Postado por Camila Veloso
12

out
Dia das Crianças

1167459_505076706241353_1960527511_o

E ai todo mundo resolve colocar foto antiga no perfil do Facebook. Pronto, não reconheço mais ninguém. Porque no Facebook nem todo mundo é meu amigo, ou melhor, grande parte das pessoas lá são só ‘’conhecidas’’ que fizeram um pedido de amizade que eu aceitei porque… Sei lá por que; porque poxa, eu já vi essa pessoa, e se eu não aceitar esse pedido de amizade essa pessoa vai ficar me odiando. Pois é.

Nosso objetivo na vida é fazer amigos não é? Então pronto, é por isso que eu aceito os ‘’conhecidos’’, por esse motivo e também porque eu quero saber o que acontece na vida dessa galera; e é tão fácil saber de tudo hoje em dia, você só precisa Aceitar ou Pedir.

Enfim, não reconheço as crianças que agora são meus amigos no Face porque meu mecanismo de lembrança é diferente do da maioria das pessoas, não guardo nomes guardo histórias.

Maria Joaquina. Maria Joaquina, quem é essa? Não sei, deixa eu ver o rosto e… Ah, tá, essa é aquela menina que terminou com o namorado pelo Instagram, sei quem é. Júlio César. Júlio quem? Ah, é o cara que ficou bêbado naquela festa e acabou no hospital. Cara sem noção! E essa aqui estudou comigo ano passado, esse gosta de U2, esse fuma muuuita maconha e essa menina é muito chata, se acha, conheci ela no aniversário da minha melhor amiga.

Esse sistema era eficaz até todos virarem pirralhos,  e não reconheço pirralhos , porque não reconheço aquele bêbado sem noção sendo criança, crianças não fazem isso, e ai todo o meu sistema cai. Na verdade também é meio deprimente porque vejo que algumas crianças tão lindas com olhos brilhantes se tornaram pessoas… Não tão brilhantes.

Talvez por isso eu não coloque minha foto de criança no perfil da rede, não quero viver na sombra da criança que fui; ainda estou tentando fazer jus à criança que fui. Calma, Camilinha, respira e toma esse suquinho, um dia eu chego lá.


Postado por Camila Veloso
10

out
Rir é o Melhor Remédio

c3131fee102544a65aef3745c78735a7

E ai, galera, tudo bem com vocês? Hoje é sexta, dia de ser feliz, de relaxar, de se preparar para o Fim de Semana, e pensando nisso separei alguns vídeos!

Sim, só o melhor que o Youtube tem para oferecer, haha. Então divirtam-se, compartilhem esse post e continuem voltando, sempre, sempre e sempre. Porque eu amo vocês. =D

 

 

 

 

 

 


Postado por Camila Veloso
07

out
Se Eu Tiver Sorte

d87b1f9880ddda4a0b4de40cf476d90c

Passo horas imaginando meu futuro, todos os dias , o tempo todo. Na troca de aula me imagino na faculdade dirigindo um fusca que comprei com meu próprio dinheiro; me imagino dançando, comendo, dormindo, me imagino em todos os lugares menos na sala de aula. Me imagino fazendo aquela viagem incrível que eu sempre quis fazer com os meus melhores amigos… E pra onde todos eles foram afinal?  Me imagino sorrindo,  feliz de modo geral, mesmo que alguma coisa aqui dentro me diga que nunca alcançarei o ideal. 

Pois se o tempo cura e te afasta do mal,também te afasta do bem; e talvez isso seja um sinal de que o que vem por ai  será ótimo, mas no momento parece que o DVD que me deram está riscado, e eu parei em uma cena escura e sem som. Me deram silêncio de presente.

Eu queria voltar e de algum modo inovador mudar tudo, mas eu escolhi sonhar, eles escolheram ficar. Não foi justo.

Na frente dos colegas a gente finge que está tudo bem, e na verdade não está tudo mal, mas é que não está tudo bem como costumava estar.  E ai eu  penso que a última vez em que vi minha amiga tive que alcançar sua mão no outro carro,  e que esperamos o sinal abrir de mãos dadas, sem dizer nada. O sinal abriu e cada uma seguiu o seu caminho.

Eu queria que nossos destinos seguissem a mesma estrada, mas eu sempre fui ‘’cabeça nas nuvens’’, você sabe disso, e eu sinto muito por isso. Quem sabe a gente não se vê por ai qualquer dia desses, na fila do supermercado, em um barzinho, ou na estrada, se eu tiver sorte. Só não se esqueça.


Postado por Camila Veloso