21

mar
É Ciúmes…

8bc86e7612a0ca6975612ca3796ba7c3

Se você já esteve em um relacionamento sério sabe que ter um parceiro/parceira ciumenta é ruim. Se você tem amigos namoradeiros sabe disso também, e se você lê horóscopo provavelmente já leu que ‘’ o ciúme na lua em saturno aumenta, cuidado com os relacionamentos’’. Mas enfim, vamos direto ao ponto. Ciúmes é ruim, é um saco, e eu sou extremamente ciumenta.

Eu gostaria de dizer que é só muito amor, muito cuidado, e muito medo, mas meu caso é diferente. Porque quando sinto ciúmes sinto raiva, vontade de matar mesmo, sabe? E não, não estou nem nunca estive em um relacionamento sério, só sinto ciúmes dos meus sonhos mesmo. Não sei se você entende, mas sabe quando você conversa com uma pessoa e ela te diz que tem um sonho parecido com o seu? Que ela também quer escrever, fazer um filme, ser foda na vida, igualzinho a você? Pois, meu amigo, nessa hora meu sangue ferve. Quem essa pessoa acha que é para ter o mesmo sonho que eu?

O sonho é MEU. Meu e de mais ninguém, entendeu?

Costumava dizer isso mentalmente para algumas pessoas até perceber que elas percebiam que eu dizia coisas ruins a elas mentalmente. Porque se elas têm os mesmos sonhos que eu então são parecidas comigo, e pensam como eu, ou quase. E então me vi perdendo amigos, não sabendo ser gentil, e percebendo que essa coisa de ciúmes é mesmo uma droga. Afinal, eu não posso ser a única escritora brasileira de sucesso no mundo, posso? Não, isso não seria divertido. Com quem mais eu iria tirar fotos para o Instagram, ou SnapChat? Não que eu tenha essas redes sociais, mas…. Enfim.

É isso. Essa é minha terapia. Essa é minha confissão. Agora me digam, alguém mais sente o mesmo? Sente aqui, vamos fazer um grupo de apoio.


Postado por Camila Veloso
11

mar
Apartamento 101

128708be2be957bbd2506bb59cc4cad0

Às vezes observo meus vizinhos. Não é sempre, não me entenda mal, não sou nenhum tipo de maníaca. Mas é que ás vezes, eu juro, só ás vezes, não consigo evitar. Acontece sempre que vou fechar minha cortina para que não me observem. Uma ironia? Talvez, mas uma ironia divertida, porque gosto de analisar meus vizinhos.

Hoje mesmo, por exemplo, vi meu vizinho do 103 jogando um daqueles jogos de tiros e sangue. Me decepcionei um pouco, achei que ele fosse mais sério, já que seu computador geralmente tem números e complicações na tela. Já ontem vi a vizinha do 201, que não saia do celular. O que ela tanto conversava? Era um romance, eu sabia. Porque ela dava risadinhas e se remexia no sofá o tempo todo enquanto digitava. Tive inveja dela no mesmo instante. Gostaria de estar animada assim por alguém… E alguém real para variar. Alguém tangível.

Tem também a vizinha do 202, que é costureira. Vejo ela sentada o dia inteiro de frente para a máquina, e imagino que roupas lindas ela faz. Quem sabe eu devesse ir lá qualquer dia desses fazer um vestido ou dois, uma blusa, ou só conversar. Ela parece uma velhinha simpática, como a minha avó. Sim, se minha avó costurasse aposto que seria como a velhinha do 202.

Mas o melhor dos vizinhos é o vizinho do 101. Ele é do mesmo andar do cara que era sério, mas que joga jogos violentos, sabe? Só que ele é completamente diferente. Ele lê. Lê muito e todos os dias, e notei isso há um tempo atrás. No começo achei que ele era como todos os outros, lendo algo para a faculdade ou simplesmente quase desistindo da leitura. Mas então ele voltou para a sacada no dia seguinte, e depois no outro, e no outro… Sempre com um livro na mão, e a partir daí fiquei curiosa. O que ele estava lendo? O que valia tanto a pena ler?

Na primeira semana eu me demorava na janela na esperança de que ele me visse. Eu não sabia o que diria, nem como diria, mas queria que ele me notasse. Depois disso, logo no início da segunda semana, tentei esbarrar com ele na rua. Prestei atenção em seus horários de leitura e deduzi que ele saía de manhã cedo, mas infelizmente era cedo demais. Na terceira semana bolei um plano infalível. Peguei uma cadeira e me sentei na sacada do meu apartamento, que é de frente para o dele, para que ele pudesse me ver lendo e se interessasse por mim como me interessei por ele. E ele me viu! Por dois dias o peguei olhando para mim e meu coração quase explodiu! Pensei finalmente ter chamado sua atenção, tê-lo feito me notar, mas a questão é que ele não apareceu mais. Nem anteontem, nem ontem, nem hoje…. Nada desde semana passada.

Talvez eu o tenha assustado, pensei. Talvez tenha invadido um espaço só seu, e agora jamais vou vê-lo novamente. Jamais vou saber o que ele lia, do que gostava, e ele jamais vai saber de mim. Uma pena. Ele parecia um cara legal e…. Calma, o interfone está tocando. Como é, porteiro? Tem alguém aí me chamando? Um moço alto de cabelos escuros…. Tem um livro na mão? Não precisa, vou descer.


Postado por Camila Veloso
10

mar
2Cellos e a Música que você Precisa ouvir

2cellos---da-croacia-para-o-mundo.html

Cansada do barulho da música eletrônica busquei algo mais limpo. Vi esses dois caras com um violino grande na mão e pensei ‘’ Porque Não?’’. Achei que fosse ser algo como ‘’Piano Guys’’, mas acabou que descobri algo melhor. Porque gente, sério, eles são incríveis! Não consigo descrever a paixão com a qual eles tocam, e como cada arranjo é vibrante.

A dupla é formada por dois violoncelistas eslovenos-croatas, que tocam desde 2011. Quem os descobriu e apadrinhou foi ninguém menos que Elton John , que convidou os meninos para tocarem em uma de suas turnês. O estilo deles é o que chamam de Cello-rock e você vai descobrir o porquê no primeiro vídeo.

E antes de passar pela próxima música gostaria de comunicar que provavelmente você já viu e ouviu esses caras em um dos nossos seriados preferidos. Estou falando da participação deles em Glee na 3° Temporada. 

1579459-glee_smooth

A dupla gravou Smooth Criminal ao som dos cellos e foi convidada a tocar em um episódio da série. Reconhecem?

Sou simplesmente fã de carteirinha e convido vocês para participar deste clube. Para mais vídeos é só dar uma olhada no canal do 2Cellos. Garanto que tem muita coisa boa para ouvir. 


Postado por Camila Veloso
08

mar
Sobre ser Bixo

87b5403d89dcb6f32dd2dcb738f0f2a8

Acordo de manhã e ainda não acredito que é real. Esse quarto é meu, essa porta é minha, esse tapete é meu… E nada disso se encontra na casa dos meus pais! Tudo bem que são eles quem pagam por cada centímetro de chão e toalha que tenho aqui, mas o fato é que eles me deram tudo isso porque eu mereci. Eu realmente mereci, passei naquela faculdade dos sonhos, e por isso eles não mediram esforços para me ajudar.

Olho para minha carteirinha a todo instante e ainda não acredito que meu nome está escrito ao lado do nome do curso em que estou matriculada. E estou matriculada!! Alguém mais sente isso? Porque durante aqueles meses de estudo achei que não viveria para conhecer esse outro lado. O lado dos sonhos realizados, sabe? Onde todos sabem quem são e sabem o que querem, ou quase isso. Mas agora estou aqui. Estou aqui e quero isso mais do que tudo na vida! Lutei tanto para ter isso na vida!

Eram dez, ás vezes doze horas de estudo diários, e era loucura. Eu me sentia louca. Me sentia sozinha. E ás vezes sentia que nada daquilo valia a pena. Mas cara vale tanto a pena… Porque agora a dor da agulha já passou e o exame trouxe resultados bons!

Não sei como posso explicar isso a outros estudantes. Não sei como dizer que é simplesmente SURREAL saber que de alguma forma você, você mesmo que não tem carro, casa, dinheiro para todas as viagens e sonhos… Você conseguiu conquistar sua liberdade. E agora aqui estamos nós, lutando para fazer um arroz e perdendo o medo da panela de pressão. Acordando mais cedo para não pegar um ônibus tão lotado e estudando como se isso fosse a melhor coisa do mundo. Porque agora a vida adulta começa. Daqui para frente tudo depende do que temos dentro do peito. E na real… Isso é emocionante.


Postado por Camila Veloso