28

out
Da Nossa Janela

cead4b79bd22549cceca98e88d1f8999

- O que você está fazendo?

- Nada, só observando.

E ele quis saber o que eu estava vendo. Antes de responder me perguntei se ele era merecedor de meus pensamentos. Concluí que sim, Tim era um cara legal. Não do tipo legalsinho, boa praça, mas do tipo engraçado, charmoso e bom ouvinte. Às vezes eu tinha a impressão de que ele era como eu, observador, de um jeito natural e inconsciente talvez.

- Aquele moço, perto da Fer e do Gustavo, ele tem língua presa. Notei isso quando disse as horas ‘’ Aghora são… ’’ a pronuncia do G e do R é sutilmente diferente, na garganta. Me pergunto quanto dinheiro ele gastou com a fonoaudióloga, ou se ele e seus pais nunca perceberam.

- Já aquela moça, aquela que acabou de chegar, quebrou o braço, e na verdade acho que ela tirou o gesso essa semana. Como eu sei disso, você deve estar se perguntando, meu caro Tim. Note a diferença de tamanho do braço direito para o esquerdo, e como ela gesticula mais com a mão esquerda mesmo sendo destra…

- Como sabe que ela é destra?

- O celular… Está no bolso direito da calça. Temos o costume de guardar as chaves, o celular, o dinheiro, tudo no bolso do lado dominante.

- Uhm, entendi, haha, isso é até engraçado, ou medonho. O que mais esses olhinhos de lince viram que eu perdi?

Tim me incentivava a falar, e eu adorava falar sobre minhas observações. Por um momento pensei que ele era perfeito, que seriamos perfeitos juntos, e depois pensei que deveria parar de pensar em Tim daquele jeito na frente dele. Não sei esconder meu nervosismo amoroso.

- Aquele cara tem uma perna maior que a outra.

- Ok, ok, isso já é fruto de poderes sobrenaturais, Sher Joana Holmes.

Gesticulei como uma bruxa.

- Muhahaha, engraçadinho! Não foi tão difícil chegar a essa resposta. Olhe pra ele, note como ele anda, note como seus quadris têm um swing acentuado para a direita.

- Ahá, eu sabia que aquele cara se remexia demais!

- É, ele se remexe só pra um lado. De início também achei que poderia ser mesmo só uma reboladinha, mas ai notei que o ombro direito dele é levemente mais baixo que o esquerdo, o que reforça a minha teoria da perna mais curta. Então observei sua postura e como ele já está em pé há duas horas, sem reclamar, cheguei à conclusão de que ele não tem problemas na coluna, o que sugere o uso de palminhas ortopédicas para consertar o desnível.

- Porem, entretanto, todavia, meu caro Tim, eu já usei palminhas e aprendi que elas não são confortáveis, mas que são eficientes, e ai cheguei à conclusão de que nosso alvo tirou as palmilhas para estar 100% feliz aqui hoje.

Terminei radiante meu discurso e então percebi que Tim me olhava de um jeito estranho, de um jeito que faria meu coração acelerar se eu tivesse deixado àqueles pensamentos de casais perfeitos do Tumblr tomarem conta de minha mente. Mas eu tinha negado esses pensamentos, e não estava pensando neles agora, e nem me perguntava como seria o beijo de Tim. Eu era forte e descontraída. Perguntei.

- O que você está fazendo?

- Nada, só te observando.

- E o que está vendo?

- Vejo que você é um deles.

‘’ Um daqueles malucos, sua maluca’’. Sim, foi isso o que eu pensei, mas respondi como se não tivesse pensado nada.

- Deles quem?

- Deles… Dos que estão acordados.

Minhas forças para negar Tim se foram. Ele era mesmo como eu, e nós éramos perfeitos, ah caramba, vamos ser perfeitos juntos!

Chiliques a parte ele estava certo, eu estava acordada, e Tim também estava. De nossa janela atemporal víamos o mundo, com suas cores e sabores; e o mundo dormia, sem hora pra despertar.

Não trocamos mais palavras, só olhares e risadas quando víamos a mesma cor. E era bom ter companhia.


Postado por Camila Veloso
22

out
Vestidos de Formatura

Fotor01022123042

Olá, garotas lindas desse Brasil! Bem, o post de hoje é do interesse de todas as formandas maravilhosas deste ano, então vou ser breve. Se você não vai usar beCa, use vestido longo! Se tiver que usar beCa a cerimonia inteira, use curto, mas se rolar um baile ou festa depois, ah, use um longo vai?! Garanto que vai te valorizar. =D

Olhem e re-olhem os modelos, procure uma costureira, ou simplesmente vá com a mente aberta para a loja. Seu vestido perfeito não pode ser deixado para traz só porque não era EXATAMENTE como você imaginou. Prontas? Let’ Go. 

 

re4

re3

re5

Fotor01022115852

re6

re2

Agora me contem, qual desses vocês usariam? 


Postado por Camila Veloso
20

out
Depende da força

9eb225d72390dec624bd1fc39b24caeb

Não sei bem como aconteceu, mas foi de repente e sem sobreaviso, só  parei de respirar. Andei kilometros em apneia e  esqueci como é sorrir, tinha que sobreviver; e com o olhar embaçado observei como os que ainda inspiravam eram irresponsáveis, não ganhariam aplausos por sua performance; sim é verdade, não ganharam, não ganharão e… Acabou o oxigênio. 

E agora, como é que se faz isso mesmo? Como voltamos à superfície? Sei lá, cara, só nos ensinam a mergulhar, acho que emergir deveria ser instintivo, ok, mas  não é, e agora? E agora… agora morremos, enlouquecemos, nos adaptamos e atrofiamos nossos pulmões para sempre ou então… Ou então alguém nos puxa pra fora. Um Alguém que vem de dentro ou de fora, depende da força, da sua força, nos puxa e ensina a encher os pulmões de ar novamente. 

Estou vivo. Isso é estranho, barulhento, irresponsável; é iluminado de mais aqui fora. Você pensa que se voltar vai ser melhor, porque não quer se tornar um deles, e é nessa hora que o ”alguém” se torna vital. Porque pra não voltar, esse alguém precisa te ensinar algo mais valioso do que respirar, precisa te ensinar a sonhar, te lembrar como é.

Só assim emergir se torna um instinto, do contrário perdemos a vontade. E eu sei que isso tudo não é culpa sua, que  nos mandam mergulhar e treinar nossas habilidades até que estas se tornem mecânicas, mas… Ainda precisamos saber quem somos, ou nos esquecemos de respirar e… Bem, psiquiatras podem demorar anos pra te trazer de volta. 

Ps: Caso você seja novo por aqui, quero dizer que esse texto é sobre estudar exaustivamente para o vestibular e sobre se perder. Sei lá, só achei que deveria esclarecer. Mas se você já se sentiu assim em algum outro momento e situação, sinta-se em casa. E ah, o ”alguém” de quem eu falei no texto, é você. 


Postado por Camila Veloso
19

out
PlayList : Recomeço

b0b9f5ce3324af26cf989159f9d26437

Hoje é domingo, pé de cachimbo, o cachimbo é de ouro, bate no touro, o touro é valente, bate na gente, a gente é fraco, cai no buraco, o buraco é fundo, acabou-se o mundo! Depois que comecei senti que deveria ir até o final com a musiquinha, faz tempo que não a canto e faz tempo que não ouço crianças cantando essa e outras cantigas que fizeram parte da minha infância, enfim…

Hoje é dia de música, dia de recomeçar, e poderia muito bem ser dia de chuva! Separei meus virais para vocês, alguém mais compartilha do mesmo vício?


Postado por Camila Veloso